Quais as melhores maneiras de identificar falhas e problemas em meu condomínio

Quais as melhores maneiras de identificar falhas e problemas em meu condomínio

As falhas e problemas em condomínios podem gerar grandes despesas e custos excessivos, por isso, é sempre bom identificá-las e corrigi-las.

Desde os tempos das cavernas, conviver com pessoas nunca foi fácil, e administrar um local em que muitas delas convivem é ainda mais difícil. Por isso, quando se é síndico, tem que estar ciente de que, ao decorrer do tempo, haverá problemas em condomínios que só com uma boa gestão e administração conseguirá corrigir.

Entretanto, para que você consiga tomar as providências e corrigir essas falhas, você precisará identificá-las.

Conheça quais serão os problemas em um condomínio

Primeiramente, antes de descobrir maneiras de identificar as falhas que há no seu, você terá que conhecer quais serão os problemas em condomínio que você poderá encontrar no que você gerencia.

A maior parte dos problemas em condomínios está relacionada a administração e a gestão de pessoas do mesmo, por isso, é sempre bom se atentar a esse fato. Conheça algumas delas:

  •  Confusões de Garagem: Mesmo que as vagas da garagem em um condomínio sejam ordenadas por morador, por casa ou apartamento, às vezes há confusão nos locais onde está a de cada morador e pode acarretar em diversos problemas, como o uso abusivo e a utilização de mais vagas do que a que ele tem direito;
  • Inadimplência: Muitos condôminos que levam multas por não terem seguido as regras, deixam de pagá-las e não ligam para os juros que terão, já que acreditam que ele seja pouco, baseado no código civil de 2003, onde reduziu a multa de 20 para 2%;
  • Vizinhos arrogantes: Alguns condôminos não têm o mínimo de empatia possível para com os seus outros vizinhos e acabam estacionando em lugares que não devem estacionar, xingando os outros moradores e, às vezes, até agredindo-os;
  • Vizinhos barulhentos: Além dos vizinhos arrogantes, existem também aqueles que adoram fazer uma festa, deixar a televisão no último volume e fazer barulho com várias outras coisas que perturbam os outros moradores;
  • Falta de segurança: Alguns moradores, quando saem do condomínio, acabam deixando o portão aberto, o que ocasiona em uma menor segurança para o local, dando a oportunidade de ladrões ou pessoas com más intenções entrarem no condomínio;
  • Contratos mal negociados: Contratos são muito importantes na hora de estabelecer um serviço ou comprar algo novo para o seu condomínio, e não saber negociá-los pode acarretar em um aumento de custo;
  • Custos Excessivos: Condomínios que não possui uma boa gestão, pode acabar tendo gastos adicionais e excessivos.

Como identificar os problemas em um condomínio?

Para identificar esses problemas em condomínios e saber se ele existe no seu, é importante ter uma boa gestão.

Para isso, existem algumas empresas de gestão de condomínios que auxilia o síndico a tomada de decisões administrativas, de gestão e recursos humanos, trazendo uma análise completa para que o profissional consiga achar a melhor alternativa para resolver os problemas em seu condomínio.

Dentre as análises e avaliações que serão feitas pela empresa que fará a gestão de seu condomínio estão:

  •  Avaliação Financeira;
  • Avaliação estratégica e de gestão de riscos;
  • Avaliação de recursos humanos;
  • Avaliação Operacional;
  • Avaliação administrativa.

Além disso, essas empresas oferecem todo o tipo de serviço de gestão de condomínios, desde assessoria para síndicos e síndicos profissionais, até a implantação de portarias virtuais como as remotas, híbridas e autônomas, que oferecem a melhor segurança e redução de custos para o seu condomínio. 

Como corrigir os problemas em condomínio?

 Depois de analisado as falhas e problemas em seu condomínio, você poderá tomar providências sobre o que implantar para resolvê-los.

Por exemplo

Se a maior falha em seu condomínio é na parte financeira e, por análises financeiras, você identificou que ela está relacionada as inadimplências da maior parte de seus condôminos, você pode achar alternativas mais rígidas para as cobranças das taxas e multas condominiais.

Equipe Mafra & Salgado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *