portaria-autonoma

O que é uma portaria autônoma? E como ela irá impactar positivamente suas finanças?

O que é portaria autônoma? Saiba tudo sobre ela e o porquê te ajudará a reduzir custos em seu condomínio.

Pensando na redução de custos com a portaria de seu condomínio, muitos síndicos têm visto que a solução é a contratação de uma portaria virtual.

Entretanto, ao invés de deixarem o atendimento apenas para a equipe especializada da empresa de gestão de condomínio, querem que seus condôminos e usuários cadastrados também cuidem dessa parte.

Para isso, a solução de portaria ideal para síndicos que também querem ter o controle do atendimento aos visitantes é a autônoma, mas o que é portaria autônoma?

O que é portaria autônoma?

Antes de entendermos o conceito de portaria autônoma, temos que saber o significado dessa palavra. O que é um autônomo?

Segundo o dicionário, uma pessoa autônoma é aquela dotada para determinar as suas próprias normas, ações ou regras. Ou seja, é a aquela que tem o poder da escolha sobre si, e o conceito de portaria autônoma também vai por esse caminho.

Sabendo que muitas pessoas ainda gostavam de tomar as próprias decisões, sem precisar de terceiros ou intermediários para contactá-los e que queriam ainda mais economia na hora da contratação de uma portaria virtual, as empresas de gestão de condomínios passaram a oferecer um serviço que fornecia toda a segurança do local, com equipes especializadas controlando virtualmente por 24 horas para qualquer situação emergencial, oferecendo também os registros de entrada e saída, e deixando um serviço de controle e atendimento de visitantes para os moradores e outros funcionários cadastrados, onde, através de seu smartphone, de maneira simples e rápida, o usuário consegue identificar a visita que tocou o seu interfone e fazer a abertura do portão para que ela entre.

Como a portaria autônoma impactará nas finanças?

Além de trazer toda a segurança que uma portaria virtual pode oferecer, a implantação de uma portaria autônoma em seu condomínio impactará positivamente nas suas finanças, pois ela te ajudará a reduzir ainda mais custos com portarias, a medida em que você não terá mais gastos com porteiros para dividir o atendimento por 24 horas, podendo ser feito por você ou pelo próprio morador de seu condomínio.

Quais e quantas são as modalidades de implementação da portaria autônoma?

A implementação deste tipo de portaria virtual pode ser encontrada em duas modalidades de contratação. A comum e a Compartilhada.

Na modalidade comum, o serviço de atendimento ficará ao encargo dos funcionários ou moradores cadastrados no sistema do condomínio para autorizar a entrada ou não do visitante, ficando a serviço da empresa de gestão de condomínios o: atendimento emergencial/botão do pânico, monitoramento do controle de porta aberta, manutenção360 e link dedicado para a operação e acesso ao APP e todas as funções.

Por outro lado, a modalidade compartilhada deixa ao encargo da gestão condominial os serviços citados acima e, caso visitante ligue para o interfone do condômino, toque 5 vezes e ele não atender, será transmitido para uma central de atendimento onde uma equipe especializada informará o porquê de o morador no estar atendendo e identificará o visitante.

Portaria híbrida na modalidade autônoma

Há, também, a opção de o condomínio contratar e implantar as portarias híbridas, elas trazem o serviço de uma portaria comum, colocando um porteiro em horários de pico ou mais fluxo no condomínio, junto com o serviço de portaria remota ou autônoma (fica a escolha do contratante), mantendo toda a segurança de uma portaria virtual, com um atendimento físico algumas horas no dia, conseguindo, ainda assim, reduzir custos do condomínio nos serviços de atendimento em portarias.

Equipe Mafra & Salgado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *