Gestão de condomínio – Confira os principais pontos para sua administração!

Saber administrar bem o condomínio fará toda a diferença para a sua gestão. Descubra algumas dicas!

Para que o síndico consiga realizar uma ótima gestão, é preciso, sobretudo, saber administrar bem o condomínio, ou seja, ele tem que ter conhecimentos financeiros, jurídicos, organização e, principalmente, paciência.

No post de hoje da Mafra&Salgado te mostraremos algumas dicas e pontos bem legais que é essencial prestar atenção para realizar uma ótima administração e uma gestão eficiente em seu condomínio.

Paciência

O primeiro ponto que você deve trabalhar para ter uma ótima administração em seu condomínio é a paciência. Ela é fundamental para todas as áreas da nossa vida, seja pessoal ou profissional, no entanto, é ainda mais importante quando as funções que exerce não depende somente de você, como de terceiros também.

Para isso, é preciso fazer as coisas com tranquilidade, ou seja, ter bastante ética, com muita firmeza e justiça nas decisões para o seu edifício, levando sempre em consideração o que será bom para todos que moram e trabalham no local, e o que fará bem a sua gestão.

Além disso, a paciência também te ajudará em sua comunicação e administrar conflitos que possam ocorrer dentro do seu condomínio, principalmente entre os moradores locais.

Precisa ter uma boa comunicação com os seus condôminos

Por falar em comunicação, esse é outro ponto essencial para administrar um condomínio. O trabalho do síndico não se resume apenas em tarefas jurídicas e financeiras, mas também em saber se comunicar, tanto com os moradores quanto com os seus funcionários.

Para tomar decisões relacionas ao edifício, terá que convocar reuniões com os condôminos, dos quais tem que saber falar e ouvir, para que consiga realizar mudanças e projetos que façam bem ao coletivo de todos os moradores e da sua gestão.

Além disso, também é importante que o síndico tenha uma ótima comunicação, pois ele que terá que comunicar com os condôminos sobre as regras do local e também terá que cobrá-los, caso alguns dos moradores fiquem inadimplentes. Então, é muito importante que, além de ter paciência, seja bem sereno na hora da conversa, simpático e ético, para que não cause nenhum conflito interno entre o condômino e o síndico, pois isso pode refletir negativamente em sua gestão condominial.

Organize o setor financeiro do condomínio

O setor financeiro é uma das partes mais difíceis de administrar no condomínio, principalmente quando se tem bastante despesas e gastos. No entanto, para realizar uma ótima administração é preciso organizar toda a sua área financeira, desde os gastos até investimentos, como:

  • Salário dos funcionários;
  • Contas de água e luz;
  • Taxas e impostos;
  • Fornecedores.

Além disso, o síndico também deverá manter organizado as contas a receber do condomínio e se preocupar com algumas questões administrativas.

Entenda sobre as leis vigentes e se preocupe com outras questões administrativas do condomínio

O papel do síndico em um condomínio não é apenas com as questões financeiras, comunicativas e gerência de conflitos, mas ele também é o representante legal do local, ou seja, ele representa o edifício juridicamente. Além disso, o condomínio também tem obrigações legais a serem atendidas, regulamentada pelo artigo 1336 do nosso código civil. Isso quer dizer que, caso ele não atenda a essas leis, poderá ser processado e o síndico terá que representá-lo.

Por isso, é muito importante que o gestor tenha um ótimo conhecimento nas leis vigentes para que o edifício atenda todas as obrigações exigidas por lei e não cause problemas jurídicos.

Além disso, é importante ressaltar também que o condomínio pode entrar com ação judicial, como contra um condômino inadimplente, por exemplo, mas também é essencial salientar que isso deverá ser feito somente em caso de extrema necessidade!

Equipe Mafra&Salgado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *