reuniao-de-condominio

Aprenda a gerenciar conflitos e organizar as reuniões entre condôminos

Gerenciar e prevenir os conflitos que podem haver é a melhor forma de fazer uma reunião de condomínio de sucesso!

Para alguns síndicos, elaborar a reunião de condomínio pode ser estressante, principalmente quando há alguma situação conflitante entre alguns moradores ou quando há algum que está querendo entrar em uma situação conflitante com você.

Por isso, na hora de sua organização, é importante que você siga alguns passos para que sua reunião não saia do controle, não seja cansativa para alguns moradores e para que ocorra de forma esperada.

Nós, da Mafra & Salgado, separamos algumas dicas sobre o que você pode fazer para organizar uma ótima reunião com os condôminos e gerenciar algumas situações conflitantes que podem haver entre eles.

Paute os temas que serão tratados na reunião de condomínio

Sempre que tiver alguma reunião de condomínio, algum morador trará algum assunto para ser debatido que pode tirar a atenção dos outros condôminos ou até entrando em outros, o que acaba virando uma “bola de neve” e vocês não conseguem discutir sobre os assuntos que realmente eram importantes naquela reunião.

Por isso, é muito importante que você faça uma lista de todos os assuntos necessários que você gostaria de tratar na reunião, como a implantação de uma portaria virtual por exemplo, deixando-os claro, com antecedência, para todos os moradores do condomínio para que não fujam do tema na hora em que estiverem falando sobre ele.

Avise os condôminos sobre a reunião com antecedência

Uma das situações que mais causam conflitos em condomínios, é quando um morador não participa de uma reunião que decidiu por implantar algo que ele não gostou que implantassem no condomínio, porém, por lei, ele deve acatar a todas as decisões estabelecidas nas reuniões, caso ele não esteja presente. Mas, geralmente, quando o avisamos sobre isso, ele diz que não sabia ou não lembrava que a reunião de condomínio aconteceria naquele dia, colocando, muitas vezes, a culpa no síndico.

Por isso, para que esses condôminos que faltam nas reuniões não tenham a desculpa de que não foram avisados, é importante avisá-los sobre o acontecimento dela algumas vezes depois de marcá-la, inclusive, na véspera da reunião.

Separe um tempo para cada tema tratado

A cada ano, as pessoas estão tendo a estranha sensação de que ele está passando cada vez mais depressa. E apesar de alguns cientistas realmente falarem que o tempo tem diminuído, é questão de milésimos de segundos. Ou seja, em todo esse tempo em que pensávamos que ele estava passando mais depressa, na verdade era a gente.

As pessoas estão sempre na correria do dia-a-dia, com trabalho, estudo, reuniões escolares nas escolas dos filhos e para separar um tempo para ficar com a família, e com tudo isso, muitas vezes acaba sobrando pouco tempo para participarem das reuniões condominiais em seus condomínios.

Por isso, é muito importante que além de elaborar as pautas que serão tratadas na reunião de condomínio, você também separe um tempo máximo para ser debatido cada uma delas, pois senão ela acabará ficando longa demais e cansativa para os seus condôminos, deixando-os ainda mais vulneráveis a entrar em alguma situação conflitante no condomínio.

Separe o final para assuntos gerais dos moradores

Lembra que eu escrevi acima que em toda reunião de condomínio tem algum morador que vai levar um assunto para ser debatido lá? Então, na hora certa, você também tem que ouvi-lo.

Quando um morador tem um assunto importante para tratar com o síndico de condomínio, mas este não separa um tempo para ele ser debatido na reunião, o condômino começa a achar que não tem voz no condomínio em que mora e vai ficar insatisfeito com os serviços prestados, podendo também gerar uma situação conflitante.

Uma coisa legal a se fazer para que esses assuntos sejam devidamente debatidos na reunião, é separar o final dela para que eles consigam colocá-los em pauta, mas lembre-se também de colocar um tempo máximo para debatê-los para que a reunião não fique longa demais, e caso algum deles ainda tenha tido a oportunidade de discuti-los, deixe-o pautado para a próxima reunião do condomínio.

Equipe Mafra & Salgado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *